terça-feira, 30 de novembro de 2010

Diabetes: a doença silenciosa nos cães


Cachorros acima do peso têm mais chances de desenvolver diabetes

SEU CACHORRO gordinho toma água sem parar, apresenta um início de formação de catarata e começou a perder peso rapidamente. É bom você ficar atento pois ele pode ter diabetes. Essa doença silenciosa, que atinge cerca de 5 milhões de brasileiros, também tem crescido entre a população canina. Uma pesquisa realizada pela Applied Research and Knowledge (BARK) nos EUA, com base na ficha médica de 1,9 milhões de cães, afirma que a diabetes tende a afligir animais machos castrados com mais de 10 anos. Em números, o diabetes em cães entre 3 e 9 anos de idade foi de 0,3 %, já naqueles com 10 anos ou mais, a porcentagem chega a 1%.
A MÉDICA veterinária e fundadora do Hospital Veterinário Pet Care, Carla Alice Berl, conta que cães têm geralmente diabetes tipo 1, também conhecida como insulino dependente e que exige injeções diárias de insulina. Essa doença crônica assusta muitos donos pois o cuidado com o cão é para sempre e pode significar um aumento nos custos com o veterinário e medicamentos. “O cão precisará de um tratamento recomendado por um veterinário, geralmente com insulina, correção da dieta, controles periódicos e exercícios”, explica a veterinária.
COM O número crescente de cães com diabetes, há hoje no mercado algumas opções de rações especiais que prometem ajudar no controle da doença. Mas a comida caseira, com dieta recomendada por um especialista, também é uma opção viável e até mais econômica. Além disso, é preciso um cuidado extra com outras doenças que se apresentam com frequência ao longo da vida de um cachorro diabético, como cataratas, infecção urinária e uterina.
O QUE muita gente podem não se dar conta é que a diabetes pode ser consequência da má alimentação dada pelos próprios donos ao longo dos anos. “A obesidade pode ser causa de diabetes e dar doces para o animal diabético pode causar um grande problema”, avisa a veterinária.
LEIA também no CaninaBlog:

Um comentário:

Fran macfrazer disse...

Eu não sabia que os cães também podem ser diabético, a verdade que foi uma surpresa quando li esta nota. Eu acho que em breve vou ler sobre especialistas em citopatologia para cão rsrsrsrs