domingo, 6 de outubro de 2013

HOJE TEM FESTA AQUI EM CASA... 2 ANINHOS DE THEODORO,



Hoje meu dia amanheceu mais colorido, afinal "hj vai ter muita festa, bolo e guaraná, muitos doces pra vc, é o seu aniversário, vamos festejar"... os 2 aninhos do meu Príncipe Theodoro Augusto, meu pequeno grande filho de 4 patas, como o tempo passa rápido em Teteu? Parece q foi ontem q vc chegou aqui em casa, tão pequeno e frágil, só queria saber de dormir e ganhar carinho na barriga, hj com 2 aninhos ñ mudou muita coisa, só o tamanho q agora já ñ cabe mais nos braços da mamãe, mas continua carinhoso, companheiro, calmo, roncando muito, me seguindo por todo canto da casa com a bola na boca pra gente brincar, obediente, fiel, são tantas qualidades q nem cabe aqui...
Meu galego te desejo só coisas boas, mas a principal é saúde, pra continuar alegrando a minha vida por muitos anos!
Te amo...


quarta-feira, 11 de setembro de 2013

HOJE É MEU ANIVERSÁRIO DE 3 ANOS.


Hj nossa casa tá em festa, a exatamente 3 anos Deus me deu o privilégio de cuidar, proteger, mimar e principalmente ser a mãe humana do meu filho de 4 patas He-Man Augusto, o aniversário é seu meu príncipe, mas o parabéns e a felicidade é toda minha, vc me enche de carinho, amor, fidelidade...é lindo ver o qto é fiel, companheiro, parece até um sombra, pra onde vou vai atrás , não desgruda, adora ficar em meus braços e ganhar carinho. A única e principal coisa que desejo a vc é q Deus te dê saúde pra viver ao meu lado por muitos anos, pq feliz vc já é e mais ainda sou eu por ter vc comigo!

Feliz aniversário meu bebê.


segunda-feira, 9 de setembro de 2013

FELIZ DIA DO VETERINÁRIO.


quarta-feira, 26 de junho de 2013

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Alergia a animais em casa.



Oi pessoalll, estavamos sumidos e com muita saudade de vocês... mas nosso desaparecimento tem uma causa muito legal!!! Estavamos de férias na casa da vovó e do vovô, passamos quase um mês e foi muiiiiito divertido. Mais agora voltamos e nossa secretária estava olhando as notícias pela net e descobriu essa matéria bem interessante! Vocês conhecem alguém que tenha alergia a gato, cachorro...? Nós conhecemos uma menininha que adora cachorrinhos, mas não pode ter um por causa da alergia!!
A alergia a animais domésticos... 
que é bastante comum. Contudo, o que surpreende é o quê causa a alergia: não são os pêlos e penas, mas os microscópicos fragmentos de pele que se desprendem da pele do animal que desencadeiam a reação de coceira, irritação nos olhos, espirros e congestão nasal nas pessoas sensíveis.
Quais os sintomas?
A alergia a animais domésticos varia de leve a grave, e as manifestações costumam surgir poucos minutos após o contato com o bicho de estimação. Os principais sintomas incluem: espirros, coriza, congestão nasal, urticária, falta de ar, tosse, e coceira nos olhos, no nariz ou na garganta.
Se você possuir baixa sensibilidade aos alérgenos, os sintomas poderão levar várias horas para aparecer.
Quais as causas?
As pequenas partículas de pele que desprendem do animal terminam aderindo a você, suas roupas, tapetes e móveis da sua casa, além de serem carregadas pelo ar. Algumas pessoas são alérgicas à saliva dos animais, que pode estar presente nos lugares mais inusitados da casa.
A maioria das pessoas não sente qualquer sintoma após ter contato com fragmento de pele ou saliva de animais de estimação, porém, se você possui um sistema imune sensibilizado, o menor contato destes alérgenos com seu corpo (seja através da inalação das partículas em suspensão ou após levar uma lambida do seu cachorro) será suficiente para desencadear uma reação de sensibilidade.
Durante este processo, o corpo identifica os alérgenos como invasores potencialmente perigosos e produz uma grande quantidade de anticorpos para combatê-los.
Na próxima vez em que você tiver contato estes alérgenos, o sistema imune irá liberar grandes quantidades destes anticorpos, desencadeando os sintomas de uma reação alérgica.
Quais os fatores de risco?
As alergias a animais domésticos são comuns, mas pessoas com antecedentes alérgicos na família podem um risco maior.
Algumas pesquisas mostram que a exposição a animais domésticos durante a tenra infância pode ser capaz de reduzir o risco de alergia, mas ainda não está claro se este tipo de estímulo pode fazer mais mal do que bem.
Como é feito o diagnóstico?
A partir da suspeita, seu médico poderá recomendar um Teste de Sensibilidade Cutânea. Neste teste, pequenas quantidades de extratos purificados de alérgenos são aplicadas sobre a pele, em geral no antebraço.
Após 15 minutos, o médico irá examinar o local das aplicações, procurando por sinais de reações alérgicas. Pessoas com aumento da sensibilidade para animais domésticos irão apresentar uma reação forte e com urticária intensa no local da aplicação dos alérgenos correspondentes a este grupo.
O Teste de Sensibilidade Cutânea é bastante seguro e a urticária local dura no máximo até o dia seguinte.
Se ainda houver dúvida ou se a pessoa não puder fazer o teste cutâneo, o médico poderá solicitar alguns exames laboratoriais para pesquisar sinais de alergia.
Quais as complicações?
Pessoas alérgicas a animais domésticos possuem um risco maior para desenvolver asma.
Pessoas asmáticas, a exposição aos alérgenos presentes na pele de diversos animais domésticos pode piorar os sintomas e aumentar a freqüência das crises.
Qual o tratamento?
O tratamento mais eficaz é evitar o contato com animais domésticos.
Se a reação alérgica estiver instalada, seu médico poderá prescrever antihistamínicos, descongestionantes ou sprays nasais com cromoglicato de sódio. Para pessoas com sintomas de asma, podem ser receitados corticosteróides e broncodilatadores inaláveis, ou mesmo Imunoterapia.
A Imunoterapia consiste na aplicação de injeções contendo extratos dos alérgenos mais comuns presentes na pele dos animais domésticos. As injeções devem ser aplicadas a cada duas ou quatro semanas, e o tratamento completo pode levar até 2-3 anos.

sexta-feira, 15 de março de 2013

Podem os cães utilizar pastas de dente de uso humano ???

Essa matéria realmente é muito boa e por isso queremos dividir com vocês.



Na realidade, como os cães não cospem a pas- ta de dentes após a escovação, acabam engolindo boa parte do volume utilizado, ou quase todo. As pastas de uso humano apresentam os seguintes componentes básicos: Agentes: de Polimento: Sílica, Carbonato de Cálcio, Espumante: Lauril Sulfato de Sódio, Umectante: Sorbitol, glicerina, Espessante: Carboxemetil Celulose, Goma Xanthana, Agentes terapêuticos, Flúor, etc. Destes estaremos analisando os principais:

**FLÚOR **
O flúor, além de excelente para prevenir cáries, está descrito na literatura como um agente de intoxicação aguda, podendo provocar sintomas de salivação acentuada, náuseas, dores abdominais, vômitos e diarréia. Em casos de intoxicação mais graves ocorrem astenia, espasmos de extremidades, queda de pressão arterial, fibrilação cardíaca, reflexos hiperativos, convulsões tônico clônicas e óbito por parada cardio-respiratória. Na pasta de dente é apresentado em concentrações entre 1000 e 1500 ppm, ou 1 a 1,5 miligramas de flúor por grama de pasta. Sabendo que a menor dose tóxica do flúor relatada é de 5 miligramas/quilo de peso vivo, no caso mais grave, um cãozinho de 1kg (um bem pequenininho) teria que comer na mesma hora cerca de 10 cm de pasta de dentes (5 gramas) para o início de um processo de intoxicação com o flúor ali contido, como o recomendado é até 0,5 cm de pasta na escova,

para o caso mais grave, nosso cãozinho de um quilo, a relação entre dose eficaz e dose tóxica inicial é de 20 vezes. Esta dose ( 0,5 cm) se aproximará apenas da dose tóxica de um cãozinho de 200 gramas. Para cães maiores, esta taxa de segurança será cada vez maior. A dose letal calculada é de cerca de 15 gramas de pasta por quilo de peso corporal, cerca de três vezes a dose tóxica.


**SABÃO**
Lauril sulfato de sódio: este é o sabão normalmente encontrado na pasta de dentes. Basicamente é o mesmo sabão utilizado nos xampus de uso doméstico. O sabão é irritante da mucosa gástrica, isto significa dizer que se comermos muita pasta de dentes poderemos fazer uma irritação da mucosa com ânsia e emese. Este quadro normalmente se dá de forma aguda, mas vale a pena lembrar este detalhe: se o animal começar a apresentar problemas gástricos verificar qual o creme dental é utilizado, e quanto, no entanto, ressalvo aqui que em quatro anos atuando na odontologia veterinária ainda não encontrei o primeiro caso de gastrite química por pasta de dentes, dada a pequena quantidade recomendada.

**AGENTES TERAPÊUTICOS**
Alguns componentes adicionados aos creme dentais básicos conferem ações específicas:
Bicarbonato de Sódio: Com a função de elevar o pH da boca, neutralizando o efeito dos ácidos produzidos a partir da fermentação dos açúcares ingeridos. Como os animais apresentam saliva mais alcalina que os humanos, seu uso em medicina veterinária é relevado a segundo plano. Tem também efeito de clareamento.
Pirofosfato de Sódio: Responsável pelo efeito anti-tártaro, é um removedor químico das placas. Não somente evita a fixação como também remove cálculo.
Gantrez: Um estabilizante, fornece ao produto um efeito de longa ação.
Triclosan: antimicrobiano - Inibe placa, cálculo e cáries pela redução da flora bacteriana.
Peróxido de Cálcio: Oxidante forte, do grupo da água oxigenada, é utilizado como auxiliar na limpeza e redutor da flora, apresentando efeito anti-tártaro.

<<>>
A conclusão de nossos estudos é que embora existam no mercado internacional pastas específicas para cães, podemos utilizar as de uso humano nas seguintes condições:

A dose usual de pasta de dentes por escovação é algo em torno a 0,5 cm ou seja, de 0,5 a 1 grama. Escovas de dentes: se não as específicas para cães, podemos utilizar as de uso pediátrico humano. Cremes Infantis: Os cremes de uso pediátrico humano, de baixa abrasividade e sabor chicletes, não são os mais recomendados para uso veterinário. O processo que na criança leva 10 anos, o cão realiza em seis meses. Outro fato é que o sabor do creme dental não incentivará a criança escovar os dentes de seus animais de estimação. 
Líquidos de higiene bucal fluorados: Não são recomendados para cães.

CREMES DENTAIS: VISÃO GERAL : Creme dentais básicos : Todos os creme dentais apresentam, por lei, uma taxa entre 1000 a 1500 ppm de flúor. Todos apresentam a mesmo efeito básico de limpeza e higienização oral.. Os denominados <<>> São os que contém Triclosan, formam o grupo dos cremes dentais mais completos hoje existentes no mercado mundial. Evitam as placas, formação dos cálculos e halitose.

<<>>:
Peróxidos, Pirofosfato: Existem animais que apresentam uma produção exacerbada de cálculos dentários. Para estes, e após um sério tratamento periodontal, a escovação com este grupo de pastas é bastante recomendado.

<<< ANTI-CÁRIE>>>>
Com carbonatos, elevam o pH evitando a ação ácida sobre os dentes. Recomendado àqueles, embora todas as orientações, que recebem açúcares em sua dieta (bolos, balas, docinhos, chicletes, etc..). Lembramos que cães e gatos apresentam já a saliva mais alcalina que os humanos, e que cáries não são grandes problemas na medicina veterinária, motivo pelo qual esta classe de pastas de dentes são de importância secundária para os cães.
Portanto, embora existam cremes dentais específico para cães, podemos utilizar também para esta espécie, os cremes dentais de uso humano, sendo os de <<>> os mais recomendados. O mais importante é que no mínimo anualmente, na ocasião do reforço vacinal, um bom exame dentário seja feito, garantindo a saúde bucal; e a higidez de nossos pacientes.

Dr. Canal, Ivo Hellmeister, MV
Médico veterinário/USP/83

Fonte: http://www.caododia.com.br/artigos/podem-os-caes-utilizar-pastas-de-dente-de-uso-humano-.php

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Aprendeu a lição Volkswagen?

A pressão dos protetores dos animais no Brasil inteiro forçou a Volkswagen a retirar o comercial intitulado Superstição, no qual promove o novo modelo do carro Gol. A peça é assinada pela agência Almap BBDO. (Quem achar o link do vídeo, favor informe nos comentários).

No vídeo, a mensagem "não dá para ter sorte o tempo todo" aparece assim que um gato preto surge no para-brisa. Então, o motorista aciona o limpa-vidros e o esguicho de água para espantar o gatinho.


Gol contra!

Os protetores dos animais reclamaram nas mídias sociais, o Conar pediu e a Volks atendeu. Felizmente, o comercial foi retirado do ar! Veja a nota de retratação no blog da Volks.

Ao contrário do que muita gente anda comentando por aí, o movimento contra esse comercial não é coisa de gente que defende a chatice do "politicamente correto" em tudo, tirando a graça da vida. O mundo não vai ficar sem graça se abandonar superstições idiotas que servem de base para a difusão da violência.

É por causa de superstições que associam o gato preto ao azar que milhares de gatinhos inocentes são vítimas de abandono, maus-tratos e até de rituais de magia negra.

Em outros países mais avançados do que o nosso, este comercial não faria o menor sentido para as pessoas, pois estes animais significam sorte!

E é isso que criaturas de Deus, que não trazem a maldade no coração, podem oferecer: muita sorte e muito amor!



Matéria retirada do blog: http://lili-gata.blogspot.com.br/2013/02/aprendeu-licao-volkswagen.html

sábado, 26 de janeiro de 2013

Problema mental atinge 50% dos gatos com 15 anos.


Achamos essa matéria muito interessante e lembramos dos nossos amigos gatinhos

Hum, interessante!!

Doenças mentais associadas ao envelhecimento, incluindo Alzheimer, são mais comuns em gatos domésticos do que pensavam os cientistas. Segundo um estudo que será publicado no Journal of Small Animal Practice, mais da metade desses animais com 15 anos ou mais apresentam sinais de senilidade.

Segundo o site Discovery News, a descoberta confirma evidências de que a maioria dos mamíferos, se não todos, podem sofrer processos degenerativos relacionados com a idade, geralmente associados a pessoas. Segundo o estudo, um felino com 15 anos de idade pode ser comparado com um humano de 85 anos.
Outro recente trabalho mostrou que cerca de 50% dos octagenários mostram sinais de defeitos mentais ligados à velhice. No caso dos gatos, os sinais de senilidade vão de desorientação à mudança nos hábitos de sono, explicou Danielle Gunn-Moore, do Hospital Veterinário de Edinburgh, no Reino Unido, e uma das líderes do estudo.
Segundo ela, os felinos também podem miar de forma inapropriada, esquecerem comandos, ficarem distraídos, confusos e preguiçosos, além de apresentarem comportamentos irregulares em relação à comida. "Às vezes eles esquecem que acabaram de comer", explica Danielle.
De acordo com um estudo paralelo, desenvolvido pelo Hospital Veterinário do Arizona, pelo menos 28% dos gatos entre 11 e 14 anos desenvolvem, no mínimo, um comportamento relacionado com doenças cerebrais ligadas ao envelhecimento. Esta porcentagem sobe para perto de 50% quando são observados gatos com 15 anos ou mais.

Matéria retirada do site: http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI1831034-EI8145,00.html

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

UM DIA EU JÁ FUI PEQUENININHO...

Olha como eu era pequeno e fofo!!

Meu ossinho era quase do meu tamanho!!
Mais eu comi todinho!!

Nessa época meu amado irmão era maior que eu, observem que nesta foto ele esta me ensinando como ser "traquino"!!!
Mais para alívio dos meus pais eu  aprendi só um pouquinho!!!

Eu e Heman sempre fomos muito unidos.
Ele sempre me protegeu
Aqui, estou só no chamego deitado na rede com minha mãe.
...passou um tempo e olha só!! Já estou grandinho e comendo beterraba pra ficar fortinho e crescer! 
... e o tempo passando e cada dia eu crescendo mais..

...e mais!
Agora??? Já tô assim.., ocupo o banco do carro quase todo
...e meu irmão?!?!? Bom agora ele quem ficou bem pequenininho, não acham?
...e eu?!?!? Desse tamanhão! Quando eu fico nessa posição consigo ficar na altura dos ombros da mamãe, quando a gente sai pra passear as pessoas saem de perto da gente, eu acho que eles não tem muita confiança na mamãe me segurando!! 

E aí, gostaram da minha evolução??Espero que sim..muitas lambidas e até a próxima postagem. 


segunda-feira, 10 de dezembro de 2012